Em reunião, Secretários Municipais esclarecem medidas para o enfrentamento da pandemia

by Aline Camargo
0 comment

A Comissão de Saúde, Educação e Assistência Social, presidida pelo vereador Mário Oliveira, convocou secretários municipais para uma reunião com o objetivo de esclarecer as medidas tomadas pelas diferentes pastas no combate à pandemia do coronavírus.

A reunião foi realizada no dia 21 de agosto e estiveram presentes: Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Rosa Batista dos Santos; Secretário de Indústria e Comércio, George Edelson Pereira; Diretora do Departamento de Vigilância Sanitária, Fabiana Ferri; Diretor Técnico do Hospital Guido Guida, Walter Gilberto Guinger; Secretária de Saúde, Flávia de Souza Verdugo; Agente Fiscal de Obras, José Espedito da Silva; Secretário de Segurança Urbana, Carlos Setsuo; e Secretário da Educação, Carlos Humberto Martins Duarte.

Hospital de Campanha

De acordo com a Secretária de Saúde, Flávia Verdugo, o Hospital de Campanha será fechado no dia 28 de agosto. Flávia garante que “as pessoas não ficarão desassistidas, uma vez que os atendimentos serão encaminhados ao Hospital Guido Guida”, e divididos em alas, para evitar a contaminação de outros pacientes. A ala destinada a pacientes com Covid-19 terá 10 leitos.

Aumento da média móvel de casos confirmados

Questionados sobre o fechamento do Hospital de Campanha no momento de aumento da média móvel de contaminação em comparação com semanas anteriores, Flávia explicou que há mais confirmações de casos em razão do maior acesso a exames. E garantiu que o tratamento aos cidadãos que testarem positivo será realizado normalmente.

Testagem em massa

Questionados sobre a testagem em massa e o número de testes rápidos recebidos pelo governo estadual, Walter Gilberto Guinger, Diretor Técnico do Hospital Guido Guida, salientou que apesar da promessa do Estado de enviar 20 mil testes, a cidade recebeu, até a data de hoje, apenas 1.800. Walter também ressaltou a importância de realizar o teste apenas após o oitavo dia de sintoma, respeitando os procedimentos sugeridos pelo Ministério da Saúde e evitando o chamado “falso negativo” ou o alarme entre os poaenses.

Também entre as promessas do governo do estado estava o envio de três remessas de cestas básicas para serem distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade social. De acordo com Rosa Batista dos Santos, Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Poá recebeu apenas uma dessas remessas, um total de 7.931 cestas, todas já distribuídas.

Raios X

Flávia Verdugo e Walter Gilberto garantiram que o raio X fixo será consertado nos próximos dias e explicaram, também, que os pacientes não estão sem fazer o exame, uma vez que a unidade Guido Guida tem raio X móvel. De acordo com eles, após a inauguração do Pronto Atendimento Infantil, prevista ainda para este mês, a cidade contará com 4 equipamentos: raio x fixo no Hospital Medina, raio x móvel, raio x pediátrico e raio x na Unidade de Atendimento da Nova Poá.

Flexibilização e Reabertura

Em um trabalho conjunto, o secretário de Indústria e Comércio, George Edelson Pereira, o Secretário de Segurança Urbana, Carlos Setsuo, e a Diretora do Departamento de Vigilância Sanitária, Fabiana Ferri, têm instruído os comerciantes da cidade sobre a reabertura, gradual e segura, do comércio, seguindo as recomendações do Plano São Paulo.

George afirmou que foram realizadas reuniões de conscientização dos comerciantes, onde dados foram apresentados, bem como medidas para evitar o avanço da pandemia. Os comerciantes também foram informados sobre possíveis multas e sanções caso não sejam cumpridas as determinações, como horário de funcionamento, uso de máscaras e disponibilização de álcool gel nos estabelecimentos.

Intensificamos as medidas preventivas no contexto da flexibilização. Estamos fazendo orientações nos bairros e trabalhando em conjunto com a população, diz Flávia Verdugo, Secretária de Saúde.

Em relação à fiscalização, o Agente Fiscal de Obras, José Espedito da Silva, garantiu que o objetivo da Prefeitura não é multar e nem prejudicar os estabelecimentos, mas sim orientar. Espedito ressaltou que há apenas 6 fiscais e entre eles 2 estão afastados, portanto a demanda de trabalho é muito grande, mas os fiscais têm trabalhado na fiscalização com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal (GCM). Além das notificações, foram aplicadas “entre 10 e 12 multas”, disse José Espedito da Silva.

Atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade

As demandas aumentaram e os recursos diminuíram, diz Rosa batista dos Santos sobre os recursos do governo do estado para a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

No contexto da pandemia, o número de atendimentos realizados pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social aumentou. De acordo com Rosa Batista dos Santos, desde o início da pandemia (19 de março) até hoje foram realizados 2.066 atendimentos técnicos e 2.733 cadastros únicos. Além da ampliação do atendimento, Rosa comentou sobre o acolhimento provisório, que será feito no Ginásio de Esportes. “É importante deixar claro que o acolhimento transitório é diferente do albergue. O albergue continua funcionando e acolhe 30 pessoas”. O acolhimento transitório é voltado para casos emergenciais.

Volta às aulas

Um dos principais questionamentos das famílias poaenses é sobre o retorno das atividades escolares. Segundo Carlos Humberto Martins, secretário de Educação, as famílias têm sido ouvidas sobre o retorno às aulas de forma segura. Para o secretário as aulas não devem retornar antes de outubro: “Mais de 80% da população é contrária à volta às aulas nesse momento. Se você me perguntar se há a possibilidade de voltar o ano escolar só no ano que vem eu te diria que sim, existe essa possibilidade. E aí em 2021 será trabalho o ano letivo de 2020 e 2021”.

You may also like

Leave a Comment