All for Joomla All for Webmasters

História de Poá

Poá, Estância Hidromineral

Por força do decreto-lei estadual de 20 de maio de 1970, atendendo a reivindicações de várias lideranças políticas de Poá, a cidade passou a ser considerada “Estância Hidromineral” passando a partir de então a ter o prefeito indicado pelo governador do Estado, citava-se o valor da Água Mineral da Fonte Áurea como principal justificativa desta alteração.
O ato assinado pelo governador Abreu Sodré foi embasado no fato de que Poá possuía as condições exigidas por lei para a criação de Estância. Dentre os requisitos exigidos, havia a necessidade de haver uma vazão de 96 mil litros de água mineral por dia sendo que ficou constatada a vazão de 480 mil litros diários, fato que aliado ao alto teor de radioatividade da água e suas qualidades fisioterápicas.

Poá Estância Turística

Sancionado o projeto de Lei aprovado pela Assembléia Legislativa, de autoria do deputado Robson Marinho, em fins de 1978 o governador Paulo Egidio Martins, oficializou Poá como Estância Turística.
Desta maneira Poá continua a gozar das vantagens de ser uma estância, recebendo recursos do Fumest e do Estado, permitindo que seus habitantes elejam o prefeito por via direta, ou seja, através do voto.

Exposição De Orquídeas

Em razão da grande quantidade de orquidófilos existentes em Poá e região vizinha em vista do clima favorável ao cultivo desta planta, foi instituída a exposição anual de orquídeas, cujo decreto foi baixado pelo prefeito Miguel Rodrigues Comitre no dia 22 de julho de 1970.
A primeira exposição foi realizada num terreno vazio localizado onde hoje está o prédio da agência Bradesco, nos dias 22 e 23 de agosto do mesmo ano do decreto. De início foi chamada “1a Exposição de Cactos e Orquídeas” em razão da grande quantidade de expositores de cactos. Em agosto de 1970 ficou registrada a presença de aproximadamente 25 mil visitantes, tendo sido expostas cerca de 400 unidades de orquídeas, 700 cactos e 50 bonsais.
Nos anos seguintes as exposições de orquídeas começaram a ganhar espaço no calendário turístico e sua promoção aumentou atraindo sempre mais pessoas para a mostra. A exposição já foi realizada na parte interna do Serviço Social Batuíra, no Pátio do Colégio Padre Simon Switzar, no terreno de propriedade da A. A . Poaense, na praça da Bíblia e no Ginásio Municipal de Esportes. Recentemente a festa vem sendo realizada na Praça dos Eventos e faz parte do calendário turístico do estado de São Paulo, recebendo verba específica para sua realização.

Festas Tradicionais

Dia Santificado: 11 de Fevereiro – Padroeira Nossa Senhora de Lurdes
Comemoração do dia da Cidade: 26 de Março – Aniversário de Poá
Festas populares tradicionais do mês de Junho: “Arraiá” da Cidade. Praça dos Eventos.”Lucília Gomes Felippe”- Av. Antonio Massa,s/nº Centro
Confecção do tapete de Corpus Christi: Local: Av. 9 de Julho – Centro
Concurso Miss Orquídea: mês de Agosto – Local:Ginásio Municipal de Esporte ” Américo Franco “- Rua Jorge Velho, s/nº – Fonte Área
Exposição de Orquídea e Plantas Ornamentais: mês de Setembro Local: Praça dos Eventos – Av.Antonio Massa,s/nº Centro
Campeonato de Papagaios: mês de Outubro – Local: Praça dos Eventos – Av. Antonio Massa,s/nº

O Município

Raio X
Origem do nome: ïb-apaá-á que abreviada ficava api-á”: Palavra indígena, que significa bifurcação de caminhos
Apelido: Cidade Jóia
Emancipação Político-Administrativa: 26 de março de 1949
Instalação da comarca: 12 de Agosto de 1967
Elevação à Estância Hidromineral – 20 de Maio de 1970
População: 112.481 habitantes
Área Territorial: 17.179 km2
PIB 2006: R$ R$ 1,946 bilhão
Distância da Capital Paulista: 35 quilômetros
Frota de veículos: 42.350 (mar/2013)
Padroeira: Nossa Senhora de Lourdes

Leave a comment